27/01/2016

FÓRMULA 85/95 PARA APOSENTADORIA, O QUE MUDA?

aposentadoria-1A Lei 13.183/2015 alterou as regras para aposentadoria, criando uma nova fórmula de cálculo, chamada fórmula 85/95.
A vantagem da nova regra é que para quem se enquadra nela o fato previdenciário não é aplicado, não diminuindo o valor da aposentadoria, dando direito à aposentadoria integral.
A desvantagem é que para ter direito a aposentadoria, além do tempo de contribuição será necessária a soma com a idade, obrigando-se as pessoas a começarem a trabalhar mais cedo.
Os números 85 e 95 representam a soma da idade da pessoa e do tempo de contribuição dela para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). 85 é para mulheres, e 95 para homens.
Isso não quer dizer que a mulher precise ter 85 anos de idade e o homem, 95 anos.
É a soma da idade com o tempo de contribuição. Por exemplo, se uma mulher tem 55 anos de idade e 30 anos de contribuição, ela pode se aposentar porque a soma dos dois valores dá 85 (55 + 30). No caso de um homem, ele poderia se aposentar, se tivesse, por exemplo, 60 anos de idade e 35 anos de contribuição (60 + 35 = 95).
É obrigatório ter um mínimo de contribuição: 30 anos de contribuição para mulheres e 35 para homens.
A fórmula não será 85/95 para sempre, esses valores vão aumentar ao longo do tempo, levando em conta a expectativa de vida do brasileiro. A tabela a ser usada é esta:
De 2015 a 2018: 85 para mulheres / 95 para homens;
De 2019 a 2020: 86 (mulheres) / 96 (homens);
De 2021 a 2022: 87 (mulheres) / 97 (homens);
De 2023 a 2024: 88 (mulheres) / 98 (homens);
De 2025 a 2026: 89 (mulheres) / 99 (homens);
De 2027: 90 (mulheres) / 100 (homens).

Ligue para (16) 3332-4714 ou (16) 99625-6879

E-mail: contato@rcpadvogados.com.br

Tire suas dúvidas com um de nossos advogados qualificados